Sérgio de Moraes
Nasceu em São Paulo em 1951. Em 1973 freqüentou curso livre de gravura de Evandro Carlos Jardim. Ingressou no curso de filosofia da Universidade de São Paulo em 1976.
Desde o início privilegiou a linoleogravura, técnica que pesquisa por mais de 20 anos, o que lhe permitiu chegar, por volta de 1998, à invenção da Politipia. Publicou vários álbuns, coletiva e individualmente, nas técnicas do linóleo e da politipia.
Participou de oito exposições individuais, entre elas: Galeria do Sol – São José dos Campos – 1995, IEB – Instituto de Estudos Brasileiros da USP – SP – 1999, Galeria Gravura Brasileira – SP – 2000 e de várias exposições coletivas, entre os quais: Salão Paulista de Arte Contemporânea, SP, 1976 e 1985; Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro, 1979; Mostra de Gravura Cidade de Curitiba, 1986; Five Printmakers from São Paulo, Art Gallery of the Brazilian-American Cultural Institute, Washington, 1991; Seul IAA Commemoration Exhibition, Seul, Coréia do Sul, 1992; Gravuras: Sutilezas e Mistérios, Técnicas de Impressão, Pinacoteca do Estado de São Paulo, SP, 1994; Xilogravuras Linoleogravuras, Espaço Cultural Banespa-Patriarca, SP, 1997; A Gravura Brasileira, Itaú Cultural, SP, 2000; “INTER-KONTAKT-GRAFIK” – 4th International Print Triennial – Prague – 2004; Entreaberto Álbuns de Gravuras, Galeria Gravura Brasileira, SP, 2003; Feira de Álbuns na Graphias-Casa da Gravura, SP, 2005. Participou de Júris e da organização de Salões de Arte, e a partir de 1980 lecionou desenho e gravura em diferentes locais. Atualmente oferece oficinas no Espaço Letras & Formas, SP.

Mostrando 1–10 de 19 resultados